Assinatura_1_571_160
subscrição de newsletter

Notícias Económicas

MINHO EMPREENDE encerra com resultados positivos

16 de Dezembro de 2014
Foto_2_1_301_300

Mostra de 12 Empresas inaugurada pelo Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar

A ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional e Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, em cooperação com as Entidades da Rede Minho Empreende, promoveram a Conferência “COOPERAÇÃO, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO: OS DESAFIOS DE UMA ESTRATÉGIA COLETIVA PARA O TERRITÓRIO", no passado dia 15 de dezembro de 2014, no Centro de Estudos Camilianos, em S. Miguel de Seide – Vila Nova de Famalicão, integrado no Projeto "Minho Empreende - Competitividade e Empreendedorismo em Baixa Densidade", projeto-âncora da Estratégia MINHO IN.

Esta Conferência contou com a participação, entre outros, do Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, do Administrador-Delegado da ADRAVE, do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, dos Secretários Executivo das Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, Cávado, e Ave e da Comissão Diretiva do ON2 – O Novo Norte.
Esta Conferência, com a presença de dezenas de empreendedores, empresários e entidades públicas da Região do Minho, teve como principal objetivo apresentar os resultados do trabalho desenvolvido pela Rede Minho Empreende ao longo de três anos, e promover um espaço de reflexão, de partilha de conhecimentos e de debate, em torno de questões centrais para o desenvolvimento dos nossos territórios como é o Empreendedorismo, a Inovação e a Cooperação, organizadas em três painéis temáticos, que abrangem os setores agroalimentar; turismo e recursos naturais; cultura, património e indústrias criativas.

Neste sentido, segundo Joaquim Lima, Administrador-Delegado da ADRAVE, “a rede Minho Empreende foi capaz de construir uma rede de parceiros com autonomia, que se alargou à dimensão financeira, cabendo á ADRAVE assumir o papel de coordenação, que na nossa opinião se revelou como um fator do sucesso final do projeto Minho Empreende. E se quisermos realizar uma reflexão isenta sobre os principais fatores de sucesso do Projeto Minho Empreende temos que colocar desde logo em destaque um trabalho em rede exemplar que congregou as três Comunidades Intermunicipais do Minho, mas também um trabalho em rede concretizado com autonomia pelos oito parceiros do projeto Minho Empreende que haverá que continuar no Portugal 2020.”

A par do evento, foi disponibilizada uma área com uma Mostra de 12 empresas e empreendedores do Minho que foram apoiados pela Rede Minho Empreende: A Casa do Marquês – Amor de Perdição; Arboreto; Cor com Chocolate; Casas da Li / Club masterCOOK; Egglicious (Formula d’ Avó; GO GAL - Access Portugal; Interactive Touch; Life in a bag; OG & Associados; Quelha Branca; Sapatos Namorar Portugal e SIOS Life.

O Projeto Minho Empreende representa um Projeto Âncora da EEC/Estratégia de Eficiência Coletiva MINHO IN, reconhecido como EEC PROVERE, em que a aposta estratégica passa pela valorização do potencial do território de baixa densidade, projetando-se num conjunto de redes empresariais, institucionais e temáticas.

img



Nesta hora de reflexão e balanço, segundo Joaquim Lima, foi é imperioso centrar a nossa atenção no trabalho desenvolvido em prol do fomento do empreendedorismo, nomeadamente em instrumentos muito diversos como sejam 36 sessões de capacitação, onde participaram 510 empreendedores, 2 concursos de ideias para o território Minho, com 72 ideias de negócio apresentadas e 61 Seminários temáticos onde participaram mais de 2 mil participantes.

Mas também realce para 28 Planos de Negócios efetuados, para 15 Pmes apoiadas em Plano Integrados de Assessoria Técnica e em projetos de Internacionalização, e naturalmente para 20 novas empresas criadas, correspondendo a 45 postos de trabalho, algumas delas hoje presentes na Mostra.

Destaque ainda para a realização de 3 salões de Inovação Rural realizados em Fafe, Braga e Arcos de Valdevez, com 51 expositores e com a presença de 60 mil visitantes, para além da criação da Plataforma I9Minho já disponível, um instrumento inovador facilitador para o relacionamento entre empresas e investigadores, que podem ser potenciado por Programas nacionais e Europeus, nomeadamente e Horizonte 2020.
Destaque finalmente para a criação do Laboratório de Prototipagem já em funcionamento na sede da Incubo, nos Arcos de Valdevez, importante instrumento para o encontro de soluções tecnológicas para o desenvolvimento de novos produtos.

O Minho Empreende que finaliza em Dezembro de 2014, ambicionou promover e incentivar a qualificação da capacidade empreendedora do Minho e dar reposta aos desafios existentes no que respeita à Inovação, Competitividade e Sustentabilidade do território Minho, e ao regressarmos a Seide S. Miguel, confessando o Joaquim Lima, para “encerramos o projeto Minho Empreende, foi para selarmos um compromisso de todos em conjunto sermos atores intervenientes pelo território de um Minho cada vez mais competitivo, subscrevendo as palavras de Camilo no O Bem e o Mal (1863): A sociedade parece melhor do que foi, olhada coletivamente…” Este o nosso desafio, Este o nosso compromisso.

 img  img  img img  img

Links úteis

Universo Adrave

SGS
ADRAVE, Agência de Desenvolvimento Regional
Avenida 25 Abril, n.º 634 - Casa de Louredo
4760-101 Vila Nova de Famalicão